segunda-feira, 29 de abril de 2013

Tô ligado.

 
Sabe o que eu acho? Acho que tudo nesta vida ajuda a gente a crescer, a se modificar, a buscar experiências inusitadas, de modo a sermos mais humanos e grandiosos e isto vai depender exclusivamente do nosso ponto de vista, de como encaramos as provas e aprendemos as lições e de que forma lidamos com as dores deste crescimento. Se não nos dermos conta disto, a vida passará a toa e dando mensagens em forma de hieróglifos impossíveis de serem decifrados. Perderemos as oportunidades que não são muitas. Hoje cedo da manhã recebi uma ligação que me fez ficar ligado nisto.

Tá chegando a hora de partir.

 
Amanheceu chovendo aqui em POA e está tudo tão nostálgico e eu tenho tanta coisa para fazer, que não sei por onde começar. Mas estou tranquilo, tentando me organizar no que for possível e sem stress nesta fase de pré viagem. Falta menos de dois dias (tô meio perdido..) e amanhã é a noite que embarco para Londres, chegando na capital do Reino Unido no final da tarde, conforme previsão. 
 
Na madrugado já em Londres, tenho um voo para Amsterdã, cuja a minha expectativa é maior; o canal, as bicicletas, as mesas na rua,  as pubs, os jardins... Sempre que tenho uma viagem para fazer, me divido em dois ou mais, o da expectativa e curiosidade do que me aguarda, e o que gostaria de arrastar consigo, pessoas que  ama para compartilhar destas vivencias, talvez únicas e maravilhosas.

A gente sente mas não explica.

Sabe que eu sinto que as coisas estão indo por um bom caminho, e por estarem bem e seguindo por um bom caminho, não me parece estarem tão bem assim, como vem se apresentando. Tenho a sensação de algo está errado, mascarado, de que é uma falsa sensação positiva, uma projeção da minha cabeça, uma Matrix. Será que estou conseguindo explicar o que estou sentindo, ser claro? Não, acho que não!.. Acho que essas coisas de sensações pessoais, nunca dá para gente ser absolutamente claro, a gente sente mas não explica.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Natural como deve ser tudo na vida.


Fiquei feliz por saber que um jovem conhecido meu, resolveu assumir sua orientação sexual de uma forma bem tranquila para a sua mãe, durante uma ligação telefônica, onde queria saber e dar noticias.  Soube que ele ao informar a novidade de que estava também namorando, disse naturalmente o nome do rapaz, sem rodeios e dramalhões, como deve ser: Natural.
Este jovem, já apresentava através de suas atitudes, gestos, gostos pessoais, que era nitidamente percebido, a sua orientação sexual. Mas a sua família como a maioria, dos que tem familiares homossexuais, fingia não enxergar o óbvio, o que estava tão evidente diante de seus olhos. É bom quando se acabam as dúvidas, os "faz de conta", dando lugar as verdades.

Fora já Feliciano!


Fazia muito tempo que eu não via a Redenção, tão cheia de gente, caminhando, deitadas, sentadas embaixo das árvores, fazendo piqueniques, tomando chimarrão, como nesta sexta-feira passada. Alguns grupos fazendo shows de musica, teatro, além da feira de artesanato e antiguidades.
 
É que também estava rolando uma manifestação contra a eleição de Marco Feliciano, para a Comissão de Direitos Humanos. O ato foi organizado através do facebook e realizado de forma organizada e tranquila pelos participantes. Feliciano é considerado pelos manifestantes e por mim também, como homofóbico e racista. O deputado também está respondendo a um inquérito sob a acusação de discriminação, e é réu em ação por estelionato. Decidamente temos que mudar este país.



Ano passado eu morri, mas este ano eu não morro.

Belchior tem razão, e eu me curvo diante desta sua composição, pois depois do texto anterior, que postei aqui no blog, bateram em minha porta nesta manhã e daí que foi a grande surpresa desta quinta-feira ensolarada: Alguém que eu acreditava não mais ver e que já fazia parte de um pagina virada, simplesmente reapareceu para plantar girassóis em nome de uma grande amizade.

Presentemente eu posso me considerar um sujeito de sorte, 
porque apesar de muito moço, 
me sinto são e salvo e forte.
E tenho comigo pensado, deus é brasileiro e anda do meu lado.
E assim já não posso sofrer no ano passado.
Tenho sangrado demais, tenho chorado pra cachorro.
Ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro...
Belchior.

Eles passarão, eu passarim.

Estou com duas dores fortes, a que passa com analgésicos e anti-inflamatórios e a que passa com ligações telefônicas de hora em hora, de minuto em minuto, até eu me curar desta ausência e desta dor. 
Contagem regressiva: falta cinco dias para eu me afastar daqui, será que carregarei estas dores comigo, na viagem? A  vida tem ciclos agudos e isto com certeza passará né Mario?.. Alguém ai tem alguma receita para me dar?
Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!
Mario Quintana.

O que eu procuro, o mapa da mina?

Por que me sentir assim tão irritado, se estou feliz, se sou feliz e tudo pode ainda melhorar? Acontece que eu faço certas exigências que me parecem possíveis de serem cumpridas, atendidas, quando se gosta, quando se assume caminhar de mãos dadas para um objetivo. Pode ser que eu seja exigente em demasia, pode ser que eu seja complicado e inseguro, pode ser que eu tenha pressa, pode ser que eu seja bipolar, pode ser tanta coisa..., mas sinto falta do dinamismo afetivo, da cumplicidade e do dialogo necessário na hora e fora da hora.
Nossa a quanto tempo eu ando atrás destas coisas que pra mim perecem tão simples, necessárias e não se cumprem.
Quero mais do que simples monólogos, frases poéticas com pouca atitude, que escorra lágrimas na hora do gozo, que dividam os sentimentos mais divinos e torpes, isto é possível? pra  mim é. Acho que existe em mim uma carência maior que se polariza nesta área, preciso descobrir o mapa da mina.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Eu sou o Xis?

 
Eu não pensei, que agora por esses dias, iria sentir esta sensação de abandono, de isolamento, de estar sendo esquecido, deixado de lado, quando a comunicação não funciona,  por que as ligações não se completam e eu não tenho noticias. Tô sendo egoísta, né, eu sei...
Acontece que eu sou meio paranoico, é isto, abusivamente sofrível com estes estanques geradas por situações comuns. Será que é isto?..É isto... Esta sensação de que alguma coisa conspira contra e que o inimigo esta invisível na espreita e se aproveitando do que parece ser normal, aceitável... Eu sou o Xis?

A historia de Saulo.

Em pleno século 21, a era da transformação como eu costumo dizer, a gente abre o jornal e se depara com noticias de todo o tipo. Algumas boas e outras tão ruins, que parecem inacreditáveis. Tá certo que a maioria são ruins, mas não podemos negar que o mundo tem passado por uma transição onde varais facções sociais tem lutado por seus direitos e recebendo respostas as vezes lentas mas positivas. Hoje lendo num jornal Online chamado A Capa, me bateu um tristeza a o saber do suicídio de um jovem de 23 anos, chamado Saulo de Assis Lima, que se jogou do alto de uma torre de telefonia do bairro Liberdade, na cidade de Porto Velho.
O jovem ficou por cerca de nove horas no alto da torre ameaçando se jogar e durante o resgate realizado pelos bombeiros, ele desvencilhou-se de um dos bombeiros que tentava salva-lo e se atirou da torre de 70 metros tendo morte imediata. Saulo era gay e HIV positivo, cuja a família evangélica, por não aceitar sua orientação sexual, expulsou-o de casa.
O que eu pergunto é se nos dias de hoje é possível uma família assumir uma atitude dessas...Como é possível perder um filho desta forma, por preconceito?

Segunda Sessão de tatuamento.

Ontem foi a segunda sessão de tatuamento em minhas costas, feito por meu filho, que agora é tatuador e esta se encarregando disto. Neste segundo momento, foi feito o preenchimento com cores, um coração vermelho que ainda precisa ter a aparência de estar pulsando e em volta deste coração, um galhardete verde contendo o seu nome escrito. Acho que este coração ainda deveria ter duas asas coloridas para completar sua beleza e reportar a ideia de que o amor deve possuir acima de tudo liberdade. Vou passar pra ele esta intenção, mesmo eu não suportando as espetadas das agulhas, que parecem uma tortura.
 Primeira sessão/ contornos.
Segunda sessão/ Preenchimento.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Cyrille Aimée, era do que eu estava precisando.


As vezes eu não sei o que está acontecendo, do que eu estou precisando, mas sei que algo está me fazendo falta para que eu me sinta melhor, mais ajustado, mais equilibrado com o meio em que vivo e também minhas pequenas angustias que aparecem. 
Dia cansativo hoje, uma taça de vinho vagabundo talvez me faça o bem necessário, é só o que eu posso conseguir no boteco mais próximo.
Estou ouvindo agora, neste instante, Cyrille Aimée, que já ouvi falar e descobri por acaso, num site aqui na Internet e está me fazendo viajar por caminhos sensíveis da salvação. A moça de origem francesa é bonita, de voz lindamente aveludada e canta um jazz espetacularmente.

domingo, 21 de abril de 2013

Notícias de Maio.

Estou aguardando as noticias de Maio que sempre surgem a galope sobre o dorso do corcel negro; aquele mesmo dos meus sonhos, que a vida faz se repetir para que não caiam no meu esquecimento. As noticias surgem antecipadamente quando estou de olhos abertos, para que eu prepare o meu espírito, as minhas emoções mais primarias. Surgem assim, de forma magica como um aviso ou um sinal que às vezes não desvendo.
Este Domingo já nasceu com Sol descortinando beleza para se caminhar na beira do Guaíba entre as pessoas, abraçar árvores, contar segredos, matar saudades. Falta dez dias para eu atravessar o oceano e depois voltar com novas historias que ainda não vivi. As notícias de Maio sempre veem antes.

Sem planos.

Amanhã terei a chance de vê-lo de novo e eu estou cheio de ansiedade e expectativas, irritado pelos vários dias de espera, tenso por que eu queria tê-lo mais do meu lado e não só por mensagens no celular, por que fiz planos que ruíram com sua partida urgente e não tive tempo de organizar outros para a sua chegada.

sábado, 20 de abril de 2013

Desta agua nunca beberei.

Eu tinha me esquecido que Deus castiga quando a gente diz que desta agua não beberei, que nunca farei isto ou aquilo, que nada nesta vida é eterno, que o pra sempre, sempre acaba e que nossas convicções, são passiveis de mudanças.
Ah, eu estou falando é da tatuagem feita nas minhas costa, por meu filho, que eu estava certo de que nunca a faria. Agora falta o preenchimento com as pigmentações que possivelmente são mais demoradas e doloridas.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Sou um Cara de Pau.

Eu faço coisas que até eu mesmo me surpreendo, apesar de ter uma certa timidez disfarçada por traços de expansividade e estar sempre bem a vontade. Será que eu tô conseguindo ser claro? Bom, não importa, a verdade que pedi para ser amigo do Gilberto Ataíde no Facebook, que é produtor de eventos ligado ao samba, já que sou apaixonado por este borogodó de percussão e quero ficar sempre por dentro de onde vai rolar. O cara me aceitou. Agora mandei convite para o Caio Martinez que tem cara de anjinho, mas canta pra cassete. Vou esperar a resposta!

Caminhos Cruzados

Eu não ia fazer isto, mas resolvi fazer, apostar, por que não tem sentido escondermos nossos sentimentos do mundo, das pessoas que convivemos. Eu tô maluco? Então eu tô malucooooo!
Quando um coração que está cansado de sofrer,
Encontra um coração também cansado de sofrer,
É tempo de se pensar,
Que o amor pode de repente chegar.
Quando existe alguém que tem saudade de outro alguém
E esse outro alguém não entender,
Deixa esse novo amor chegar,
Mesmo que depois seja imprescindível chorar.
Que tolo fui eu que em vão tentei raciocinar
Nas coisas do amor que ninguém pode explicar!
Vem, nós dois vamos tentar...
Só um novo amor pode a saudade apagar.

O Chamado.

 
Acontece que eu falo demais, me exponho demais e daí, que ouço coisas que eu não gostaria de ouvir. Através desta atitude, que penso ser espontânea, fico na beira de abismos onde sou empurrado por más interpretações e distorções. Por outro lado me sinto corajoso, verdadeiro e sem medo de me parecer ridículo com esses sentimentos novos que me tem surgido.
Hoje pela manhã enquanto fazia minha caminhada, fiquei pensando nisto e também percebi que minha luta contra os preconceitos pessoais, são exercícios mentais diários e que nossos pensamentos devem se manter em eterna vigilância. Enquanto caminhava eu ouvia no iPod a musica "O Chamado" da Marina, que me levou a ter outras inspirações e questionamentos.
"Vou seguir o chamado
E onde é que vai dar, onde é que vai dar?
Não sei...
Arriscar ser derrotado
Por mentiras que vão
Mentiras que vêm punir
Um coração cansado de sofrer
E de amar até o fim
Acho que vou desistir
Céu abriga o recado
Que é pra eu me guardar
Mudanças estão por vir
Esperar ser proclamado
O grande final,
O grande final feliz!
Que tal aquele brinde que faltou?
Será que teria sido assim?
Acho que vou resistir
Que tal aquele brinde que faltou?
Será que teria sido assim?
Acho que vou resistir...
Onde é que vai dar?
Onde é que vai dar?.."

terça-feira, 16 de abril de 2013

SMS

E então eu percebo logo pela manhã uma mensagem no meu celular: "É que eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano. É eu preciso dizer que eu te amo tanto..."
E então eu fico sem palavras, mas cheio de intenções e também pensando o quanto algumas coisas mudam e andam rápidas na minha vida..

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Quem falta sair do armário?

Se Marina, Nanini, Ana Carolina, Ricky Martin e Daniela, entre outros tiveram coragem, por que eu não teria. Eles tem mais a perder do que eu e voce que não possuímos uma vida publica, e não dependemos da venda desta imagem para ser aceito pelo grande publico, pela sociedade, mas isto vem  mudando a passos ora largos, ora curtos, mas vai mudar ao seu tempo.
E ai, quem falta sair além da biba Chiquinho Scarpa?

Não estou bem certa.


Esta musica de Marina Lima, que ouço no meu ipod, quando faço minhas caminhadas, mostra as inquietudes, as descobertas, as mudanças, as dúvidas, as projeções, nossas deliciosas complexidades.
Será que você será a dama que me completa?
Será que você será o homem que me desperta?
Tudo que eu pensei ser pra sempre
Eu já não sei se é mais
Penso na menina e fico atenta aos braços do rapaz
Vai que eu quero alguém diferente
Vai que alguém quer ser
Como te dizer...
Será que você será a dama que me completa?
Será que você será o homem que me desperta?
Ora chuva fina, ora eu viro lava de vulcão
Hoje eu penso assim, de repente pode ser que não
Mas se é pra fazer cena,
Me ensina eu nunca fui atriz
E sempre tive bis...
Será que você será a dama que me completa?
Será que você será o homem? Não estou bem certa...
Procurar Ricardos em Solanges nunca me fez mal
Se você se arrisca
Eu me entrego
Nada fica igual
Mas o que eu quero mesmo é saber por fogo no Brasil
Onde já se viu...
Será que você será a dama que me completa?
Será que você será o homem que me desperta

Começo e fim.

Beijos e mordidinhas acressentadas de pequenas lambidas, pode ser melhor do que o puro sexo. Será que é possivel gozar com um beijo, com algumas palavras cochichadas e segredadas no ouvido? Deve ser por isto que o sexo tem sua grande importancia, mas não deve ser o começo nem o fim.

Como vou dizer?


Sinto que este blog mais uma vez vai ter que mudar, como eu mudo e voces também. Deverá ficar mais intenso, mais confidencial, por que estou vivendo uma fase mais intimista, mais... Como vou dizer!..

Inquietude

Ontem foi bom e na Quinta também, mas o que me preocupa é o movimento do seus olhos de encontro a coisas que pra mim são invisiveis e quando isto acontece, ele parece se transformar em outro que eu desconheço, como se tivesse alguma inquietude nas latitudes e então me polarizo nesta idéia.

Download

Eu sou uma maquina, uma maquina de engrenagem inteligente e singular que intercorre de experimentos previamente aceitaveis, de experiencias novas e fico me testando em cada sentimento novo que vai surgindo no prazo de validade da minha vida. Será que tudo isto, estes sentimentos, são novas atualizações do programa?

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Somos musicalizados.

Por um longo tempo, eu cantarolava esta musica, que é maravilhosa e não me saia da cabeça, arrastando-a por onde eu ia, durante dias, semanas:
"Sabe, gente...
É tanta coisa pra gente saber. O que cantar, como andar, onde ir. O que dizer, o que calar, a quem querer...
Sabe, gente...
É tanta coisa que eu fico sem jeito. Sou eu sozinho e esse nó no peito.
Já desfeito em lágrimas que eu luto pra esconder...
Sabe, gente...
Eu sei que no fundo o problema é só da gente.
E só do coração dizer não, quando a mente.
Tenta nos levar pra casa do sofrer..."
Mas com o tempo e um pouco de sabedoria, dei lugar a esta:
"Quero sua risada mais gostosa
Esse seu jeito de achar
Que a vida pode ser maravilhosa...
Quero sua alegria escandalosa
Vitoriosa por não ter vergonha de aprender como se goza...
Quero toda sua pouca castidade
Quero toda sua louca liberdade
Quero toda essa vontade de passar dos seus limites
E ir além, e ir além..."
Talvés os mais jovens não conheçam as duas musicas, por serem mais antigas que suas proprias existencias, mas elas tem muito a dizer, são atemporais!
Nossa vida, nosso emocional é musicalizado e devo concordar com uma amiga que me disse certa vez, não imaginar a vida sem musica.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Todos os olhos do mundo.

Gosto do Tom Zé, acho que além de ser um grande artista, ele é polêmico, criativo e inteligente como poucos. É daquelas pessoas que através de sua arte causam uma provocação necessária. Eu estava vasculhando a internet e descobri alguns comentarios sobre seus trabalhos e a foto da capa de seu CD "Todos os Olhos do Mundo". Uma das capas de disco mais premiadas da história da MPB. criada em 1973 é até hoje polêmica…
Considerada a 2a. melhor capa do século XX pela Folha de SP, e em (2011) fez parte da exposição das melhores 50 capas de discos de todos os tempos… tem gente que jura que era uma bôca… mas, foi um cu mesmo. Tom Zé que já considerado um maluco, louco, hoje é cult.
"Músicas de inteligência assimétrica, que desafiam tranquilamente as regras ... do pop brasileiro, que dizem que [a música] deve ser apenas agradável. ...melodias... equivalentes as de seus melhores contemporâneos...e também construções musicais de ângulos salientes... versos curtos ... padrão minimalista e também sinuosidade do samba e ritmos carnavalescos. Jogos de palavras, associações surpreendentes, leveza maior que a de alguns de seus pares americanos, como Frank Zappa." Jon Pareles - The New York Times

domingo, 7 de abril de 2013

MALVADEZA PUB EM POA



Ontem no Malvadeza Pub, eu e alguns amigos ouvimos muito blue de primeira, numa ambiente decorado e bonito, cervejas artesanais e importadas de varias qualidades e preços, a convite do Maurício Tetel que abriu o convite no Facebook. Estava com ele outra colega, a Patricia Bertol, mas eles estavam invisiveis, por que simplesmente não conseguimos nos encontar a não ser na fila para pagar a conta. Acontece que eu não conhecia a Patricia pessoalmente e o Mauricio estava quase irreconhecivel com um chapeuzinho preto de malandro boemio. O Malvadeza Pub, fica na Travessa do Carmo-76, Cidade Baixa, Porto Alegre.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

O peixe morre pela boca


Voces conhecem esta moça ai em cima com cara de juventude, disposição e energia, que canta pouco e rebola muito a bunda? Pois bem, vou dizer uma coisa, quem ve cara, não vê coração e isto é uma regra que cabe no sentido direto da nossa compreensão, pois trata-se de uma homofóbica que está perdendo seu espaço, respeito e dinheiro por suas declarações preconceituosas, fruto da sua ignorancia e total falta de cultura. Segundo o jornal Extra, o filme Isto é Calypso, que contaria com Deborah Secco como protagonista, foi cancelado após as declarações polêmicas dessa moça chamada Joelma, vocalista do grupo, à revista. Disse tambem em outra oportunidade, ser contra a união homossexual porque, segundo ela, a Bíblia também não é a favor disto. Joelma afirmou que se tivesse um filho gay “lutaria até a morte para fazer sua conversão”. A entrevista gerou polêmica também pela comparação dos homossexuais com viciados em drogas. “Já vi muitos (gays) se regenerarem. Conheço muitas mães que sofrem por terem filhos gays. É como um drogado tentando se recuperar”, afirmou Joelma. Eu tambem já vi muito peixe grande, que não é o caso dela, morrer pela boca.

Dando ouvidos as nossas desconfianças.

 
Eu não ia comentar nada à respeito não, simplesmente eu ia sair de fininho, sem fazer alardes ou comentarios com relação a decepção e má impressão que tive, mas resolvi abrir o bico e comentar sim, sobre a experiencia que estava tendo ao me associar num destes sites, para conhecer pessoas com o objetivo de se fazer amizades e tambem possiveis namoros. Bem, a minha decepção é que além desses sites, usarem uma politica mercenaria de cobranças e taxas abusivas a cada intenção e suspiro que se queira dar, no sentido de conhecer mais profundamente as pessoas que são do nosso interesse, as ferramentas do programa são ruins, os próprios participantes ou sócios, são engodos, na maioria pessoas que se escodem por traz de falsos perfis e de falsas boas intenções. Eu senti, nestas poucas semanas de uso do site, estar pisando em terreno lamacento, correndo o risco de abrir possibilidades a conhecer pessoas cujo o interresse é bem diferente do que postam em seus perfis. 
 
Não dá para generalizar, mas existe sim um numero consideravel de pessoas mentirosas, mal intencionadas, preconceituosas, discriminadoras e moralistas, que só querem tomar proveito dos outros em favor dos seus interesses proprios e duvidosos e se favorecerem de ingenuos e desinformados. Para melhor esclarecer, eu não cai em nenhuma  armadilha, mas percebi varias arapucas montadas pelo caminho e ofertas feitas de gatos desfarçados de lebres, que evidentemente não cai. Eu aprendi uma nova lição com esta experiencia, que quando se quer alguma coisa, deve-se ir atraz, mostrando a nossa cara e os nossos objetivos, com clareza e verdade sem se esconder de baixo de mentiras óbvias.
Outra coisa, são nesses sites que se escondem por de traz dos teclados, os covardes e maliciosas que não assumem a sua verdadeira posição diante da sociedade, por que sentem vergonha de si mesmos, de seus desejos pessoais, que consideram apenas uma sacanagem que fede ao olfato das pessoas e deles mesmos.
Há algum tempo atras, eu quis comprar um produto via internet, que eu já desconfiava não ser o veiculo adequado para isto, senti que iria me arrepender, tudo me levava a pensar desta forma, por que tem coisas que precisamos ver com nossos proprios olhos o objeto desejado, tocar, experimentar e online não é possivel ter uma real impressão. Mesmo desconfiando, me arrisquei e me arrependi, acho que é mais ou menos isto, não se pode criar falsas expectativas e de vez enquando dar ouvidos as nossas desconfianças.

Mais uma lição contra o preconceito.

 
O mundo está mudando, eu ja disse isto em algum lugar aqui no blog e só não está mudando para os tapados de cultura, os desinformados, os que não abrem jornais, revistas, não vão a o teatro, a o cinema, não navegam em mares longos e profundos na Internet, não saem a noitre para tomarem um chopinho gelado e perceberem as mudanças culturais que estão ocorrendo diante de seus olhos, mesmo a luz do dia, nas esquinas, na frente das escolas, dentro de onibus.
Depois da troca de beijo entre Fernanda Montenegro e Camila Amado, Bruno Gagliasso e Matheus Nachtergaele, em protesto a o deputado Marco Feliciano, a surpreendente saida do armario de Daniela Mercury e Malu Verçosa, foi a vez de Alexandre Nero, (que atualmente vive o advogado Stenio em Salve Jorge), numa discussão com uma de suas fã sobre “os rumos da homossexualidade vezes a família” no Instagram na madrugada de ontem, .

O que fez com que o ator irritado lhe respondesse:

“Oi @thaissulzbach gostaria de dar a MINHA opinião, já que foi numa postagem MINHA, que vc deu a SUA.@thaissulzbach, talvez isso tenha vindo pelos meios antigos de comunicação de massa (não sei. preciso pensar melhor sobre), mas sempre há uma maneira extremada da parte deles de falar sobre os acontecimentos. O sujeito é bom ou é mau, ela é santa ou puta, oito ou oitenta, e assim por diante. Quando pensamos termos como “homofóbico” pensamos uma pessoa feia, malvada, de mau com a vida, que odeia a felicidade dos outros, burra, e todos os arquétipos e caricaturas banais de histórias infantis ruins. Preciso lhe dizer @thaissulzbach, que dentro do que compreendo, vc é sim uma homofóbica, pois nada mais homofóbico do que TER MEDO (ver etimologia das palavras) de ver gays por aí beijando na boca e se amando. E não, vc não é amiga de gays, ou se é, eu que não quero uma amiga assim, que não luta pelo amor de um amigo. Eu tenho amigos gays, e luto pelo que ELES amam, e não o que EU amo. O que Feliciano está tentando fazer é manter o que eu ou vc, em outras épocas, chamaríamos de normal. Lembra quando a mulher não podia votar? Vcs conquistaram. Lembra quando negros não podiam estudar? Eles conquistaram…depois de conquistar não serem vendidos como animais. Os gays merecem conquistar os que lhes é de direito@thaissulzbach. Nada mais do que isso. Acho isso tão, mas tão normal que fica difícil pra mim achar palavras pra lhe explicar. Eles somos nós, vc não compreende, isso? Como serão nossos filhos e famílias? Serão diferentes, assim como vc é da sua bisavó, e sou do meu tataravô, graças a deus (se Ele existir Bj querida”.
Nos comentários, várias pessoas apoiando a opinião do ator.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

A cor desta cidade sou eu, o canto desta cidade é meu.


A grande maioria das pessoas podem pensar que assumir publicamente a sexualidade com uma outra pessoa do mesmo sexo, ou sair do armario, sem se importar com o que os outros vão pensar e então falar sobre isto abertamente e sem medo, como uma decisaõ natural da vida, é o mesmo que jogar merda no ventilador, ou então fazer exposição indevida de algo que consideram pessoal demais para ser colocado publicamente. Eu discordo desta opinião, camuflada por hipocresia e penso sim, que é uma forma corajosa de tornar publico uma verdade, doe a quem doer. Quando assumi minha homosexualidade perante as pessoas que eu amava, senti imediatamente o peso cair dos meus ombros e o desejo de ir mais além, de contar para os amigos, para os colegas e até mesmo para os estranhos se esta atitude não fosse encarada com ambiguidade.
 
Hoje me surpreendí positivamente com a noticia na midia, de que Daniela Mercury anunciou, nesta quarta-feira pela Internet, que se casou com a jornalista baiana Malu Verçosa. As fotos do casal postadas em uma rede social tiveram grande repercussão no país. Daniela também mostrou o par de alianças e declarou que Malu é agora sua esposa, família e inspiração para cantar. A cantora que está em Portugal, disse em uma nota, que comunicou o casamento com Malu com a mesma naturalidade com que tratou outras relações. Que foi uma postura afirmativa da liberdade e uma forma de mostrar sua visão do mundo. Daniela também aproveitou para criticar a besta, o deputado Marco Feliciano.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

A Homofobia mata.

 
Eu cada vez mais me surpreendo com algumas pessoas do qual tenho conhecido e converssado, neste mundo novo que agora tenho vivido e sinto muita tristeza de reconhecer que algumas delas ainda se escondem por vergonha do que são e mantem suas preferencias sexuais no anonimato como se fosse um crime e que ainda com esta atitudes autodiscriminatórias, reforçam cada vez mais o preconceito da sociedade contra elas mesmas. 
 
Bom, eu não vou entrar em detalhes, nem fazer julgamentos profundos, pois este texto ficaria por demais cansativo, mas enquanto alguns gays, ainda vivem na Idade Média, promovendo encontros clandestinos, discriminando as atitudes de outros companheiros gays e engordando alguns preceitos morais obsoletos e covardes, outras pessoas de grande importancia na midia, como Fernanda Montenegro e Camila Amado, beijam-se em um evento publico, assim como Bruno Gagliasso e Matheus Nachtergaele, postaram uma foto no Instagram tambem se beijando em protesto contra a permanência do pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos.
Quando dissemos que a homofobia mata, não estamos falando somente das agressões e violencias cometidas contra gays, mas a violencia que impede as pessoas de serem o que são, de terem liberdade de se posicionarem diante da vida como seres humanos verdadeiros e que tem o direito de escolherem quem amar, com quem dividir as suas vidas, a sua cama, a liberadade de fazerem suas escolhas e serem donas de seus destinos.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...