quinta-feira, 28 de novembro de 2013

O GENOCÍDIO DE DARFUR.


Minha falta de sono, que se estendeu pela madrugada à fora, fez com que eu assistisse a vários filmes que estavam sendo passados na TV Fechada da Net. Um deles foi "Deserto de Sangue", que trata da guerra civil no Sudão, em particular o "Genocídio de Darfur" - conflito armado em andamento na região de Darfur, no oeste do Sudão, que opõe principalmente os janjawid - milicianos recrutados entre os baggara, tribos nômades africanas de língua árabe e religião muçulmana - e os povos não-árabes da região. O filme se parece mais com um documentário informativo e haja estomago para se ver todas as atrocidades que são mostradas, como gente queimada viva, crianças degoladas e empaladas, mulheres estrupadas.


O filme fala de uma grupo de jornalistas ocidentais, que vão para Darfur registrar o genocídio, escoltados pela forças de paz da União Africana, que não tem poder algum. Ao visitarem uma das tribos já marcada pela violência, os jornalistas são surpreendidos pela chegada repentina dos milicianos janjawid na tribo e da decisão de permanência ou não deles por lá, o que inibiria os atos de violência. Apesar de extremamente violento, o filme mostra em que pé andam os conflitos étnicos pelo mundo à fora pautados principalmente por falta de ações politicas e decisão inibidas de que nada servem para evitar os massacres.


O próprio ator George Clooney,  que defende uma solução politica humanitária contra estes conflitos, foi preso em Washington D.C. esta semana, por liderar um protesto diante da embaixada sudanesa na cidade. O ator foi algemado e levado por agentes do serviço secreto americano

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Tratamento da Epidemia no Hospital Maravilha.

Este vídeo é uma piada nos velhos moldes que se conhece de piadas sobre gays? Sim pode ser, afinal uma piada tem a finalidade de ser engraçada e fazer o expectador se finar de rir, mas quando aparece gente por ai dizendo que ser gay é uma doença e que tem tratamento de cura, ela vem a calhar no atual panorama cultural vigente, não é mesmo?
Outra coisa preocupante, com numero elevado de gente saindo do armário, não duvido que pensem se tratar de um problema de saúde publica, uma epidemia.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Fatores sobrenaturais na João de Oliveira Remião.

Hoje à tarde, fui atender mais um acidente na Estrada João de Oliveira Remião, na Lomba do Pinheiro e que entre tantos que ocorreram por la nestas ultimas semanas, este por sorte, não foi com vítimas fatais. Cada vez que eu me desloco por esta estrada, indo para o trabalho, fico pensando no que existe de errado naquele trajeto cheio de curvas que causam tantos acidentes de transito, que em dias frios cai uma neblina que dificulta a visibilidade dos motoristas e em dias ensolarados, em particular pela manhã, o sol bate de tal forma nos olhos de quem a trafega, no sentido centro- bairro, deixando os condutores de veículos completamente cegos.
Claro que não serei hipócrita, inventando circunstancias para justificar os acidentes que acontecem nesta estrada, visto que já ficou mais do que provado, que eles acontecem pela falta de atenção e responsabilidade de alguns motoristas que dirigem em alta velocidade, mas ha de se pensar em outros fatores ditos naturais ou eu deveria chamar de sobrenaturais, que também interferem ajudando a provoca-los, no sentido até de dificultarem a visibilidade aos menos atentos que por ali circulam? Dia desses, quase provoquei um acidente, quando ia para o trabalho pelo manhã, ao bater com uma das rodas do meu carro no meio fio. Simplesmente não conseguia ver um palmo diante dos meus olhos, pela incidência do forte sol no para-brisas e por sorte consegui dominar o carro que quase bateu no que vinha do lado, me tornando mais um numero de azar nas estatísticas. Agora por precaução, carrego um óculos de sol, que uso quando me dirijo por estas bandas. Mas eu me pergunto, e os desavisados, os que não conhecem esta estrada e suas armadilhas?..
Bom, tenho uma ideia que também é uma pergunta simples: Por que a SMOV, não planta algumas arvores no canteiro central para diminuir a incidência do sol cegante nos os olhos de quem passa por ali?

O melhor de um homem é ele mesmo.

No inicio desta semana eu assisti um documentário na TV fechada, que não lembro o canal nem o nome do programa, mas que despertou meu interesse. Tratava-se de um encontro entre dois homens que fizeram cirurgias de mudança de sexo e trocavam experiencias pessoais sobre isto. Os dois eram europeus, um deles com quarenta e poucos anos de idade e o outro acima dos sessenta anos. O mais velho fez a cirurgia de mudança de sexo, quando ainda era muito jovem e o outro em torno dos trinta anos. Mas o que mais me despertou o interesse no assunto, é que depois de trocarem de sexo, ou seja, de serem homens que se transformaram em mulheres, se arrependeram e então resolveram por uma nova intervenção para retornarem anatomicamente a serem homens. O mais velho já havia feito a re-intervenção cirúrgica, do qual repassava informações ao mais jovem que iria se submeter futuramente ao mesmo procedimento.
Era perceptível entre eles a insatisfação com o resultado e a busca de uma identidade para as suas sexualidades. O mais velho explicou a o outro, que apesar de interiormente se sentir meio homem, antes de virar mulher, por ter atitudes femininas e atração por pessoas do mesmo sexo, não conseguia também depois da mudança de sexo, agregar-se emocionalmente como uma mulher. sentia-se na verdade como um homem transformado, mutilado e que talvez a sua necessidade de se tornar uma mulher (o que foi um engano) estivesse associado a dificuldade de se assumir como gay, numa época em que ser gay com com aspecto masculino e atitudes femininas, era uma das piores aberrações sociais que podiam existir, pressionando alguns homossexuais a fazerem uma escolha, que talvez não fosse a mais apropriada ao seu psique. Este não enquadramento ao padrão de normalidade estipulado pela sociedade,obriga algumas pessoas a fazerem escolhas radicais e só vem provar que o melhor de um homem é ele ser ele mesmo e não esteriótipos resultantes de uma auto salvação.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

O pior lugar do mundo para ser gay.

Espancar e torturar é uma das penas que algumas pessoas podem "receber" caso seja gay. Ser queimado vivo, também é uma das sugestões para um homem que gostar de outro...O documentário feito por Scott Mills em Uganda, revela a vida dos gays em um país, onde vários indivíduos não podem viver a sua sexualidade livremente e pagam por isso com a própria vida, onde a pena de morte poderá ser adotada para aqueles que forem gays. O DJ e apresentador da BBC Radio 1, homossexual assumido e respeitado no Reino Unido, descobre o que é viver em uma sociedade que processa pessoas como ele e se encontra com aqueles que lideram a campanha do ódio.
Bom em algumas paginas da Internet, o vídeo já foi retirado com a seguinte explicação: "A conta do Youtube associada a este vídeo foi encerrada devido a varias notificações de terceiros por violação de propriedade intelectual." O que se deve pensar a respeito ein?...

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Pequenas futilidades.

Eu gosto de objetos diferentes e aos poucos está se tornando uma especie de hobby, obtê-los para minha satisfação complementar. Satisfação complementar, o que é isto? Não sei o que quis dizer, mas são pequenas futilidades que me causam uma alegria maior ao andar por este mundo. Também não morro de depressão se não conseguir compra-los, ja que tudo tem o seu preço e por vezes por demais salgado. São calçados, pulseiras de couro, óculos de sombra e agora descobri estes relógios todo confeccionado em madeira, que não faço nem ideia onde compra-los e  a que preço. Mas são uma obra de arte. Quem souber onde encontra-los ou até me darem de presente, estou aceitando de bom grado.

Este das fotos acima, (que foi o que mais gostei), foi criado por Valerii Danevych, um marceneiro Ucraniano, que teve a ideia de fazer relógios em madeira sem a formação como relojoeiro. Começou seu trabalho com relógios em 2005, espalhando seu talento no mundo todo. Somente em 2012 seu talento foi reconhecido pela famosa associação de relógios independentes e criativos (AHCI), despertando o interesse dos fabricantes de relógios de todo o mundo, em suas peças.
A AHCI, sigla para o francês de Académie Horlogère des Créateurs Indépendants (Academia Horologística de Criadores Independentes), foi criada em 1985 pelo mestre relojoeiro Svend Andersen e seu colega Vincent Calabrese, com a finalidade de mostrar ao mundo que a arte horologística repousa essencialmente nas mãos prodigiosas do relojoeiro, e não numa indústria.Todas as obras dos membros da AHCI são artesanais, de qualidade superior e exclusivos. Caracterizam-se pela complexidade, baixa produção e valor elevado

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Ostentação ou propaganda enganosa?


Eu fico me perguntando o que existe de comum entre o rei do camarote e este jovem milionário brasileiro, que vive em Portugal, país que atualmente passa por uma crise econômica, onde 40% dos jovens estão desempregados e ele se exibindo em carros importados e gastando cerca de mil euros em cada garrafa de champanhe que consome em festas badaladas na Europa a não ser a ostentação e a futilidade? Afinal o que se espera de um jovem que abandonou os estudos aos 16 anos? Que aparentemente precisa desembolsar grandes somas para ter oportunistas, dito amigos a sua volta, para se sentir querido.
Sua fama de extravagante aumentou, desde que a atriz canadense Pamela Anderson compareceu como distinta convidada ao seu aniversário de 22 anos no Algarve, em julho.
A festa, celebrada em uma boate, custou 300 mil euros (cerca de R$ 941 mil) e recebeu também convidados de diversos meios de comunicação. A o assistir o vídeo de sua entrevista consedida a um jornal de grande audiência em Portugal, se tem noção dos parâmetros intelectuais e culturais do rapaz.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Dormindo na selva.

O Tony Goes postou hoje em seu blog, um aparelho capaz de eliminar os ruídos externos, para quem mora em lugares barulhentos, como nas grandes avenidas e centros urbanos e que parece ser bem eficaz, olhando-se o vídeo. No meu caso que moro num bairro mais residencial e menos favorecido de estabelecimentos comerciais, e que pela manhã, passarinhos cantam na janela, achei um lustre numa pagina da Internet, que pendurado no quarto, nos transporta para uma selva, causando a sensação de que estamos dormindo dentro dela, sob a sombra de galhos de arvores. Gostei muito desta ideia. O lustre é chamado de Forms in Nature, criado pelo duo Hilden & Diaz, e é apenas um projeto e que por enquanto ainda nãos se encontra no mercado; Uma pena!

Os 10 mandamentos para se tornar um babaca.

Olha que na Internet se vê de tudo um pouco, mas é simplesmente inacreditável, você entrar e se deparar com um dito empresário protagonizando um vídeo desses. Olha que eu achei que fosse uma piada.., mas não é, não. O cara é de uma vaidade sem noção e sua vozinha de caipira deslumbrado, nos leva a seguinte pergunta: Mais ainda existe gente assim tão idiota?.. Possivelmente este vídeo lhe servirá com um tiro pela culatra.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

A culpa é da azeitona

Eu fiquei pensando por que esqueci a senha do cartão ontem quando fui pagar minha dívida. Eu digitei três possibilidades e todas deram erradas e então bloqueei o maldito. Somente agora, após me acordar de madrugada, pensando no trabalho que terei no banco é que lembrei que digitei a senha do outro cartão bancário. Eu já havia saído do trabalho não muito bem depois de ouvir meu colega cantar por varias vezes uma musica do Reginaldo Rossi, que não me saiu mais da cabeça durante o dia e a madrugada a fora. Eu desconfiei desde o inicio que o Reginaldo foi o culpado por tudo, ele foi  a azeitona colocada erradamente no prato principal e que me causou o esquecimento e todo este aborrecimento.

domingo, 3 de novembro de 2013

Inadequação.

Inadequação, é isto que separam as pessoas de uma possível felicidade que parece tão distante. Inadequação é o oposto de uma equação que já é complexa em sua existência, para adaptarmos na vida que idealizamos, nos sonhos que pintamos. Amigos sofrem de amor, por que criam impossibilidades inventadas pela sociedade. Mas também somos esta sociedade que nos contaminou de regras absurdas e nos faz mais dependentes do que o vicio no cigarro e na bebida...
Quem diz que o improvável não é possível, onde está escrito.., quem provou?... Minha vida hoje está alicerçada em regras que ontem me pareciam impossíveis...
Então o que fazer se não: Olhar pro mar, pro mar, mas não desanimar, na imensidão do mar e não desaparecer, dar ao mar o que é do mar.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...