sábado, 30 de agosto de 2014

PRAIA DO CASAMENTO EM VIAMÃO


Depois de acordarmos tarde, neste Domingo mega ensolarado de 24 de Agosto, em função de uma festa na noite anterior, na casa de um casal de amigos (Carlinhos e Ada), eu e Alba,  nos convidamos para acompanha-los numa indiada no dia seguinte.
Eu sou cara de pau mesmo, pois alem de me oferecer para ir junto, ainda chamo de indiada, por que já era tarde, mais de quatorze horas quando saímos de Porto Alegre para fazermos o passeio.
O lugar de escolha foi dado pelo Carlinhos que queria conhecer a Praia do Casamento e seu Camping de mesmo nome, localizados na Lagoa dos Patos em Viamão.


Fizeram parte do grupo, alem de mim, Carlinhos Stail e Ada Barua, (os idealizadores do passeio), Athos Fonte e Emanuela Menezes, Rosane Carneiro, Alba Borges e Jonathan Rodrigues e sua esposa.
O Camping fica na Estrada Rincão De São Bráz Pimenta, entrando pela parada 76 a direita de quem vai para Viamão e seguindo em direção ao complexo de lagoas existentes naquela região. Andamos longos minutos ate encontrarmos um bar que estava fechado, mas abriu suas portas para nos vender água e refrigerantes.


Na foto acima, registrei a pausa forçada diante do bar, para repor líquidos e fazer um lanchinho maneiro, que Alba se encarregou de levar, um frango assado com polenta, de fazer suar a camiseta dos atrevidos.


Neste ponto, diante do bar em que paramos,  a estrada se bifurca, uma levando para o pescador de Almas que Ada me aconselhou a fazer uma consulta e a outra, na direção esquerda para o Parque eólico, onde seguimos pela esquerda em direção a força dos Ventos, cruzando alguns pontilhões e braços de arroios com pessoas pescando.


Toda a estrada que leva até a praia é de terra com areia solta em alguns trechos exigindo um certo cuidado para os veículos não derraparem no caminho. O risco era aceitável, já que tínhamos como gratificação, toda a beleza e paz de uma paisagem rural, com animais pastando nos vastos campos que se perdiam no horizonte, alguns banhados e magnificas arvores para descansarmos a sombra delas, quando sentíamos necessidade.




Logo que chegamos a o Camping, fechado por um portão de ferro, a proprietária nos liberou alguns minutos para conhecermos o empreendimento de lazer que dirige. O Camping, também lembra uma especie de fazenda ou rancho, com chalés de madeira simples e de pequeno porte, nas proximidades da lagoa que são alugados por dia, onde galinhas e ovelhas andam livremente compondo este clima rotineiro de uma vila de interior.


Eu me pergunto: Quer remédio mais eficaz para combater o stress e as loucuras da cidade, do que visitar um ambiente como este, onde a paz, a beleza, a tranquilidade, a simplicidade e o convívio direto com a natureza são soberanos?


A Praia do Casamento, faz parte do complexo de lagoas menores que compõe a gigantesca Lagoa dos Patos e na sua entrada a formação de juncos lembra um especie de banhado, cujas as águas quase paradas e rasas, se movimentam serenas e conforme a força e direção dos ventos.



As pequenas embarcações, ancoradas em sua margem camuflada por juncos, lembram nada menos do que fotos de cartões postais de algum paraíso, cuja a beleza bucólica inspira serenidade e poesia.



Mas o que mais nos chamou a atenção, foi a beleza do Pôr de Sol alaranjado, ao cair da tarde. Esta região da Lagoa dos Patos e do Lago Guaíba em Porto Alegre, sempre foram agraciados por um dos pores de sol mais bonitos de toda a região.



Retornamos já noite e nos despedimos ainda na estrada em frente ao acesso para a Lagoa da Varzinha onde Ada, Carlinhos e Jonathan com sua esposa ficaram. Seguimos em frente ate a entrada de Itapuã, nas proximidades do Restaurante da Vó e depois na direção de Porto Alegre. Até o próximo passeio.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

QUANDO O SEGUNDO SOL CHEGAR...


No contexto da astronomia, Nêmesis é uma estrela hipotética, ou seja, cuja existência ainda não foi provada cientificamente. De acordo com alguns defensores desta teoria, a estrela Nêmesis é uma pequena estrela com a órbita milhares de vezes mais distante que a de Plutão.
Em um episódio do documentário "The Universe" do History Channel, a Nêmesis é designada por alguns como a "gêmea maligna do sol", porque hipoteticamente é responsável por eventos catastróficos a cada 26 milhões de anos (duração da sua órbita em redor do Sol).

Na mitologia grega, Nêmesis era a deusa da vingança, que castigava o comportamento degenerado dos seres humanos. Nêmesis é uma defensora do equilíbrio, justiça e vingança divina, que castigava os homens que quebravam as leis estabelecidas. Além de ser uma opositora da arrogância e orgulho, Nêmesis também defendia as pessoas que tinham sido punidas por crimes que não tinham cometido.

"Quando o segundo sol chegar
Para realinhar as órbitas dos planetas
Derrubando com assombro exemplar
O que os astrônomos diriam se tratar
De um outro cometa
Não digo que não me surpreendi
Antes que eu visse, você disse e eu não pude
acreditar
Mas você pode ter certeza
De que o seu telefone irá tocar
Em sua nova casa que abriga agora a trilha
Incluída nessa minha conversão
Eu só queria te contar
Que eu fui la fora e vi dois sóis num dia
E a vida que ardia sem explicação"
                                               
                                                        Nando Reis.

domingo, 24 de agosto de 2014

O FANTASMA DE FERRO.

Sonhei que o antigo bonde era um fantasma e então eu e alguns amigos que já partiram deste mundo, aguardávamos a sua aparição sobre alguns trilhos esquecidos nas ruas da cidade.
O que teríamos de fazer para que ele enfim ressurgisse barulhento das sombras do passado; Enfeitar os postes das antigas ruas com lampiões a gás, usar trajes de época e à rigor, derrubar o Muro da Vergonha?
Acordei olhando pela janela por onde se incidia alguma luz e fiquei pensando, o que é a nossa vida, senão as lembranças ternas do passado?.. Quanto a o presente é apenas a construção do futuro que nem sabemos se um dia vai chegar!

sábado, 23 de agosto de 2014

PORTO ALEGRE TEM ALMA

Acordei hoje de tarde, com o telefone gritando em meus ouvidos. Uma amiga ligou intimando-me a levantar da cama e encontra-la no Brique da Redenção, pois me aguardava para um café.
Levantei ainda meio tonto de sono, tomei um banho e fui a o seu encontro. Caminhamos algum tempo, por entre as arvores da Redenção, depois admiramos as faxadas dos prédios mais antigas no centro histórico e eu percebi o quanto a cidade parecia silenciosa num final de semana que se esperava uma grande circulação de pessoas nas ruas.

Porto Alegre tem alma que é manifestada através de seus ruídos, das sombras de suas arvores, dos pequenos becos estreitos e conhecidos, porem com cheiros e cores que se renovam a cada dia, do seu silencio por vezes inesperado.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

O BILHETE.

"O olhar, a expressão diz tudo mesmo faltando as palavras. O mecanismo complexo dos traços faciais sempre denunciam nas primeiras instancias o desejo dos algozes e dos apaixonados. 
Os olhos não são as únicas janelas da alma, como todos dizem, mas o corpo inteiro. O que preciso, é saber qual das tuas janelas está aberta para eu desvendar os teus segredos. Existe mistério em toda a tua casa, onde escondes tua alma."                               

Bom este texto aí em cima, não é meu, embora o autor tenha assinado coincidentemente com as iniciais do meu nome e sobrenome. Acho também que não é autoria de Clarice Lispector... Rssss!
Eu o encontrei preso ao tronco de uma arvore, na praça em frente da minha casa, quando retornava hoje pela manhã, do supermercado e me causou surpresa como quem encontra uma poesia dentro de uma garrafa trazida pela correnteza de um rio.
Encontrar um bilhete desses, escrito num guardanapo de papel, me pareceu incomum numa via publica, numa praça, numa cidade, onde tantas pessoas passam, o vento pode carregar, extraviar,.. enfim, me despertou curiosidade.
Primeiro quem a teria escrito? Por que razão? Pra quem? As vezes não importa o destino, mas o conteúdo. De qualquer forma, achei de muita sensibilidade este bilhete, que evidentemente deixei no lugar e que talvez o destinatário nunca o encontre.

A LAGOA AMALDIÇOADA.




Passar diante dela, pelo menos à noite, sempre me causou um certo temor e desconfiança, afinal foram muitos anos visitando as praias do litoral norte e ouvindo historias a respeito desta misteriosa lagoa, que me fizeram perguntar se seria verdade ou apenas lendas criadas a partir do imaginário das pessoas.
O fato de passar por ali inúmeras vezes e nunca ter visto pelo menos um banhista em suas areias sempre fez crescer ainda mais minhas incertezas.


A Lagoa dos Barros, como é chamada, está localizada entre os Municípios de Osório e Santo Antonio da Patrulha, no Rio Grande do Sul e pode ser vista da principal rodovia, a BR- 290-Freeway, que dá acesso as principais praias do Litoral norte do Estado, como Tramandaí e Capão da Canoa. 
Apesar de sua extensão, (cem quilômetros quadrados) e beleza natural, quase num formato de um coração, estendendo-se na margem direita da BR, para quem se desloca para o litoral, ninguém vê barcos navegando naquelas águas, que dizem ser amaldiçoadas.


Muitas historias já foram contadas por moradores e gente que se aventurou por lá, como ondas que surgem do nada, barcos que desapareceram num misterioso redemoinho, ninfas montadas em cavalos brancos a galopar sobre a superfície da lagoa e a torre de uma igreja que podia ser vista em dias de seca, aventando-se a hipótese de haver que no fundo dela, uma cidade que foi submersa, fazendo da lagoa ter como legado, ser mal assombrada.
Mas de todas as historias de assombros, a que ficou mais conhecida, surgiu de um caso real na década de trinta. Uma moça de nome Maria Luíza, de Porto Alegre, foi morta pelo seu esposo, que com requinte de crueldade, a teria enforcado com o próprio véu. 
Os dois voltavam da festa de casamento e ao passar pela lagoa, ele tomado por um descontrole, a estuprou e tirou sua vida. Após, amarrou uma pesada pedra no corpo da noiva e a jogou na lagoa.
Algum tempo depois do ocorrido, o fantasma de Maria Luíza começou a aparecer no meio da estrada pedindo carona para alguns caminhoneiros que passavam naquele trecho da estrada.
Os corajosos que lhe concederam auxilio contam, que depois de sentada no banco do carona, ela simplesmente desaparecia sem deixar qualquer vestígio.  
Estudiosos já fizeram relatos, de que esta lagoa de água doce, alem de extensa, possui uma profundidade máxima que chega aos sete metros, tendo o fundo lodoso, o que permite suas águas serem turvas; Também não possui comunicação com qualquer rio ou o mar, fomentando uma outra lenda à respeito de sua existência:
Um dia um patrão mandou seu escravo fazer um poço e ele cavou tão fundo, mas tão fundo, que pegou um lençol freático, inundando a cidade que ali existiu. Quem garante a torre da igreja que aparece no meio da lagoa em períodos de seca, não seja da tal cidade?

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

AI EU JÁ NEM SEI O QUE FAÇO E O QUE DIGO.

Quando eu era menino, brincava nos fundos da minha casa, por onde corria um riacho de água limpa e que minha mãe algumas vezes lavava roupas. Acho que este braço de água, também faz parte do Arroio Diluvio, hoje poluidíssimo aqui em Porto Alegre.
Minha mãe enquanto lavava roupas, cantava parte de uma musica que eu lembro ate hoje e que me marcou profundamente pela tristeza das palavras. "Ai a solidão vai acabar comigo!. Ai, eu já nem sei o que faço e o que digo!..." Mas esta tristeza toda serviu de referencial para eu conhecer melhor, anos depois, minha mãe e Dolores Duran e assim ficarmos mais próximos. 
A Internet é difusora de informações que às vezes achamos difícil ou impossível de encontrar, mas que na maioria das vezes não nos deixa sem respostas. Foi só eu digitar uma frase da musica no espaço de pesquisa, acrescentando a palavra +musica e pronto, resgatei aqueles momentos impares em que ouvia minha mãe cantar na beira do riacho. A tristeza na voz de minha mãe e de Dolores Duran, me serviu como um fluido de reflexão para compreender hoje, alguns mecanismos humanos tão necessários para continuarmos vivendo e sonhando.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

ONDE O DEDO DE DEUS TOCA E PROTEGE COM SABEDORIA.


Certa vez um turista que eu encontrei visitando os Aparados da Serra, no Rio Grande do Sul, me disse, que a beleza destes lugares se explicavam, pela proximidade com o céu e assim ficava mais fácil o dedo de Deus toca-los e protege-los com sabedoria. Esta observação me tocou de tal forma, que eu nunca a esqueci e sempre que ando por lugares fantásticos como o cânion Fortaleza, Itaimbézinho, o Malacara,   o vale de La Luna no deserto Chileno me lembro dessas palavras.


Este vídeo-comercial de uma marca de tênis conhecido no mercado, me fez aumentar a expectativa e curiosidade de conhecer a Serra do Rio do Rastro, localizada no município de Lauro Müller, a mais de 1.421 metros de altitude, caracterizada por subidas íngremes e curvas fechadas, bem como pelos seus quiosques que são ótimos locais para desfrutar a paz proporcionada pela natureza da Mata Atlântica. No filme em questão, a Serra do Rio Rastro em Santa Catarina ganha voz, desafiando o homem a derrota-la num confronto de força e coragem. Veja!
Meu passeio a Serra do Rio do Rastro, registrei AQUI no blog.


No vídeo abaixo, uma filmagem diurna, que encontrei no Youtube, mostra com  clareza toda a beleza e exuberância do lugar, que faz a gente pensar se aquele turista que encontrei, não estava coberto de razão a o dizer aquelas sabias palavras. 
De Porto Alegre ate os municípios de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra, onde se localiza o Mirante da Serra do Rio do Rastro, são 391 km de carro, perfazendo-se em tempo, cerca de 05 h. e 15 min.




sábado, 16 de agosto de 2014

DOSES DE ORLOFF NUM SABADO NUBLADO.


É onze horas e quarenta minutos e o dia está dando indícios de que vai melhorar, já que amanheceu chuvoso, frustrando minhas expectativas de fazer alguma coisa pelo menos agradável.
O frio me dá fome e desta forma corro o risco de preparar um imenso prato de macarronada, com carne e molho vermelho, comer ate quase explodir e afundar na cama, num mar de roncos que nem eu mesmo suporto. Enquanto escrevo, fico na vigília deste tempo, que oscila entre o cinza e alguns tímidos raios de sol. Algumas doses de "Orloff", me ajudam a colorir esta paisagem!

HAPPY HOUR COM BOLINHOS DE BACALHAU.

Se eu pudesse dar um comando no teclado da vida, eu teria feito com que este Sábado fosse um prolongamento de ontem (Sexta-feira), um dia de sol e uma noite apropriada para se tomar uma, duas, três cervejas bem geladas e acompanhas com bolinhos de bacalhau, mas não como os que eu experimentei ontem, com alguns amigos e desaprovei embora estivesse escrito num cartaz bem grande na entrada do bar, "Experimente os verdadeiros bolinhos de bacalhau".

O que eles queriam dizer com "verdadeiros" na propaganda, que eram de bacalhau mesmo, ou a forma como eram preparados?..
Eu sou apaixonado por esses bolinhos e já comi muitos, que talvez nem fossem de bacalhau mas cujo o saboroso segredo, poderia estar escondido na perspicácia do tempero, mas os de ontem, não me fizeram a cabeça e muito menos com que eu me apaixonasse por eles, porque faltava algo mais... 
Outra coisa, bolinhos de bacalhau na minha opinião, devem ser alem de macios por dentro e crocantes por fora, grandes o suficiente para se partir ao meio com as mãos, ou dar uma, duas, três mordidas, ate acabarmos com eles. Bolinhas em miniaturas, são degradantes.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

SAMU O DIFUSOR DE DOENTES NAS SALAS DE EMERGÊNCIAS.

Aplaudo de pé, o SAMU de Aracaju, que teve a coragem de abrir espaço para a denuncia feita pelo Fantástico no dia 10/08/ 2014 mostrando publicamente o caos em que vive o serviço de urgência pré hospitalar, que fica com suas macas retidas em hospitais públicos superlotados e que sem a liberação das mesmas, as ambulâncias ficam presas, não podendo se disponibilizar para um novo atendimento.
Enfim alguém teve coragem de mostrar mais uma dificuldade que permeia a dura realidade em que vive o serviço de saúde em nosso pais. É bom lembrar, que alguns hospitais mesmo não estando lotados, utilizam-se deste argumento para manter a maca presa, como forma de intimidação a o SAMU que é visto como um difusor de pacientes que são levados para as emergências.
Como servidor deste serviço, sei o quanto somos destratados e responsabilizados por este crescente numero de vitimas que são levados as emergências e sido paralelamente tratados como fabricantes de doentes.
Por outro lado esta denuncia justifica em alguns casos, junto a população, a razão da demora do SAMU, em alguns atendimentos e que inúmeras vezes é duramente criticado pela imprensa do país
.

AS CORES DO ARCO IRIS E UMA LENDA QUE EU NÃO CONHECIA.


Um trecho da musica do Tom Jobim chamada "Imagina" que eu assisti no show do Chico Buarque, "Carioca", me fez pensar sobre uma lenda fantástica e desconhecida, que conta o seguinte:

...Sabe que o menino que passar debaixo do arco-íris vira moça, vira
A menina que cruzar de volta o arco-íris rapidinho vira volta a ser rapaz
A menina que passou no arco era o
Menino que passou no arco
E vai virar menina...



De onde deve ter surgido esta lenda?.. Eu não a conhecia, já que o que realmente se popularizou entre nós, sobre este fenômeno óptico é que no final das listras coloridas do arco iris, haveria um pote cheio de moedas de ouro. Mas estes versos da musica do Tom, que reporta a uma transformação magica de gênero, eu só conheci, ouvindo a musica...
A bandeira gay, que representa as cores do arco iris, foi idealizada pelo artista Gilbert Baker, amigo de Harvey Milk (o primeiro político gay eleito nos Estados Unidos da América), baseado nos hippies, para os quais o arco-íris representava a paz e onde teve sua estreia em 1978 na Parada do Orgulho Gay de São Francisco. Se existe qualquer referencia, mesmo que distante, entre as cores da bandeira e esta lenda, eu não sei, mas que é muito sui generis, isto é.
A poesia é sempre transformadora e nos oferece uma  percepção das coisas, por uma ótica sensível e libertadora, como esta lenda desconhecida e cantada de forma tão bonita.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

PERDIDOS NO ESPAÇO.



Quem cresceu como eu, assistindo a o seriado de TV americana "Perdidos no Espaço" entre os meados anos de 1968, deve sentir saudades!..
Eu e meus irmãos não perdíamos um capitulo se quer e acreditávamos que o sem a presença marcante do atrapalhado e articulador dr. Zachary Smith, vivido pelo ator (Jonathan Harris) e o robô B-9, os capítulos não teriam a menor graça.
O seriado que possivelmente foi feito para ser uma aventura no espaço, com a presença do vilão dr. Smith, um espião estrangeiro, infiltrado para sabotar a missão espacial, levando todos os tripulantes, inclusive ele que com suas confusões, ficou preso na nave, tomou conta do seriado e do coração dos telespectadores por suas atrapalhadas incomuns e seu caráter difuso, que mesclava falsidade, dissimulação, ambição, truculência, egoísmo, materialismo, vaidade, covardia,  medo com muitas pitadas de humor.


Apesar de todas essas características negativas atribuídas a sua personalidade, tinha um grande apreço pelo menino Will Robson, casula da família, que se tornou seu defensor e amigo, nos piores momentos de trapassas e confusões que se metia.
O personagem - dr Smith, também apresentava uma personalidade dúbia com relação a sua sexualidade. Seus trejeitos evidentemente afeminados, inúmeras vezes me deixou desconfiado que seu afeto pelo menino Will Robson, ultrapassava os limites do fraternal. De qualquer maneira 1967-68, quando foi lançado o Seriado de TV, homossexualidade era um assunto por demais proibido de se aventar.
Jonathan Harris, morreu no dia 03/11/2002 aos 87 anos, vítima de um coágulo no coração. Nascido no bairro do Bronx em Nova York, filho de imigrantes judeus russos, lançou-se na carreira artística, personificando um ator tipicamente britânico, com gestos e sotaques impecáveis. Quando lhe perguntavam se era procedente da Inglaterra, tinha sempre uma resposta cômica: "Não, queridos. Eu só sou afetado!".

PÉ NA BUNDA.

Uma experiencia na semana passada, me fez tomar a seguinte pergunta pra mim mesmo: O que é mais difícil, alem de levar um pé na bunda, saber as verdadeiras razões que levou a pessoa a tomar esta atitude contigo, ou ignorar os motivos, fazendo você planar no céu das incertezas, que a cada momento te leva para uma resposta nova, que não te satisfaz, porque são apenas hipóteses?


Ao longo deste caminho sórdido e sem respostas, outras questões ficam te amolando as ideias. Você fica se avaliando, buscando seus defeitos físicos e morais, para contemplar uma resposta que te satisfaça à altura da própria aceitação pessoal.
Ser rejeitado faz parte do jogo e na maioria das vezes, não estamos preparados para aceitar-la. O desconforto da rejeição nos desestabiliza, fere nossos conceitos de que somos indivíduos senão perfeitos, pelo menos aceitáveis, desabilita parte de nossa auto confiança, nos joga para um subcategoria criada por nossos preconceitos, quando muitas vezes estamos numa categoria muito acima de tudo isto, sem que consigamos enxergar com clareza.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

ONDE ACABAM AS DIFERENÇAS.


A situação está cada vez mais difícil entre judeus e palestinos, com ambos atacando o território do adversário. Em meio a esta guerra de origem milenar, que carrega uma longa história de desavenças religiosas e de disputa de terras, um casal gay resolveu pedir a paz. O casal é formado por quem “deveria” ser inimigo: um israelense e um palestino.
O judeu Matt Martin e o palestino Salem M. Almaani moram nos Estados Unidos e resolveram compartilhar uma foto deles em uma rede social composta de árabes e judeus, onde afirmam que este conflito, "não os representa". A imagem rodou o mundo. 
Ele é muçulmano e ela é judia e são casados a décadas

A iniciativa visa criar um espaço para discussão entre civis, e pessoas que se identificam, mesmo com ideias políticas diferentes e que são contra a incitação generalizada ao ódio.“Nós vivemos juntos em paz. Também é uma solução”, diz o cartaz nas mãos de Matt Martin e Salem Almaani, que indica que um é judeu e o outro é palestino. 
A grosso modo poderíamos pensar que estas diferenças foram resolvidas na cama, mas eu ainda prefiro acreditar que para se chegar até elas,  muitas outras coisas devem ser quebradas e outras construídas com amor e a aceitação das diferenças.

TRAIDORES REINCIDENTES.


Eu também conheço algumas porcarias a minha volta. Será que todo mundo conhece, ou já conheceu, aquele individuo que aparentemente mostra-se ser uma coisa e quando abre a boca, você percebe que é outra bem diferente daquilo que ele esta tentando convencer? Se não prova em palavras, prova em atitudes.
Aquele tipo que gosta de demonstrar ser algo especial, o esperto, o irresistível, o bom de cama, porem dentro dos limites de sua moral cheia de preconceitos e descriminação. O que adora se sentir flertado, desejado, que lhe façam sexo oral mas discrimina quem lhe faz e dai sai espalhando aos quatro ventos tentando mostrar o quanto o mundo é imoral a sua volta? O que trepa com uma mulher e depois sai por aí detonando-a pros amigos? O que pensa ser inteligente e que o mundo gira em torno do seu pênis que nem ele mesmo acredita ser tão competente?.. O vazio, o que coleciona putarias e não relações, o que chama a esposa de nega veia, porque tem vergonha de chama-la de meu amor, de querida, mas também se desespera ao ficar sem ela? O que não consegue ter fidelidade porque amor é coisa sem graça e ele desconhece qualquer coisa relacionada?
Acontece que o mundo esta cheio desses homens com "h" minusculo, que atuam na vida com falsidade e cinismo, que não respeitam as outras pessoas e inflam seus egos cheios de banalidades e conceitos absolutamente rasos, senão vazios. Não conseguem amar por que isto é sinônimo de fraqueza. Nasceram para casar e fazer sexo tipo papai e mamãe embora adoram fazerem na rua tudo aquilo que consideram sujeira. Aprenderam a trair e nada mais os modifica, são como hienas comedoras de carniça!
Voces conhecem alguém assim? Eu conheci um canalha desses, que deixava até indícios de suas traições para a esposa perceber. Acho que era uma forma que ele encontrava de provar pra si mesmo o quanto era macho e desejável. E ela, coitada, provocava barracos e cenas de ciumes que o envaidece cada vez mais, levando-o a reincidências. Este tipo de homem, como se diz aqui no sul, são como cachorros comedores de ovelhas, se forem mortos, morrem com a cabeça virada para o rebanho e suas mulheres não são tão vitimas assim, pois aprenderam a participar do jogo. São uma verdadeira piada.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

ME EXCLUIU DO FACEBOOK E DAÍ? A VIDA CONTINUA...


Me excluiu do Facebook e daí? A vida continua e isto é o de menos!.. O mundo gira e coisa piores acontecem todos os dias a nossa volta, sem entendermos a razão e ainda assim sobrevivemos sem arranhões.
Diariamente pessoas morrem de câncer, de fome e em guerras sangrentas e absurdas e ainda estamos aqui de testemunha em nossos camarotes confortáveis de nossas casas.
Mas o que me surpreende, é quando uma pessoa que se dizia "amiga", demonstra seus sentimentos de insatisfação, de uma forma tão superficial e covarde, que faz a gente pensar se realmente valeu a pena te-la conhecido.
Ja faz algum tempo que algumas atitudes deixaram de ter importância na vida e o assunto que incomoda, deixa de ser tratado com seriedade, franqueza e honestidade, enfrentados e discutidos de frente e olhando diretamente no olho. Talvez seja essa, uma das razões que eclodem fome e guerras no mundo, a falta de dialogo e de atitudes dignas para encontrar saídas sem atitudes radicais.

Hoje tudo ficou mais simples e dissimulado, com o uso de subterfúgios para demonstrar as insatisfações evitando enfrentamentos, como por exemplo, uma exclusão de um perfil, que me parece tão fugaz e sem importancia.
É tudo muito fácil e tranquilo, você aperta os botões certos e pensa ter resolvido as suas angustias em poucos segundos.
Na verdade essas angustias ainda existem, pois o que foi apagado, era apenas um perfil da sua lista de "amigos" e não suas emoções com relação a elas. As perguntas e duvidas que não foram feitas nem respondidas, ainda estão nos meandros da mente a espera de respostas, que desfaça ou reforce qualquer magoa existente.

Pessoas que tomam esta atitude, mais do que qualquer coisa, sentem pena de si mesmas e querem chamar a atenção, mostrar que não dependem emocionalmente dos outros, que são superiores, quando na verdade são tristes e solitárias. Querem provar que os outros são substituíveis, quando não correspondem a suas expectativas pessoais através da rejeição e assim serem excluídos ou jogados no lixo, sem qualquer importância. Talvez esta seja a prova crucial de que são imaturas e ate doentes.

Mas o fato, é que todos nós somos substituíveis em algum momento da vida e um perfil na internet, nunca foi um registro que reafirme a solidez de uma amizade entre as pessoas, o que comprova são as atitudes e pequenos gestos que se constrói no dia a dia. E é bom lembrar, que muitas dessas relações que se firmam e fortificam-se com o passar do tempo, acontecem fora deste mundo virtual, através da sinceridade, humildade e compreensão das diferenças.

Magoa, rancor, variações de temperamento, ou qualquer outro sentimento negativo, não faz parte da minha vibração e deveriam ser discutidas, com a maturidade que sempre se faz necessária entre adultos com civilidade. A vida me ensinou que existem perdas maiores e que  amizades verdadeiras, não sucumbe por tão pouca coisa. Amigos vão e amigos vem, até a gente descobrir quem é quem em nossas vidas. A dor da rejeição pode variar e não ser absolutamente nada, quando percebemos de quem parte a agressão.

A resposta silenciosa do rio.

O rio não dá respostas, não argumenta, mas estabelece uma sincronia de paz e relaxamento, capaz de criar espaço para uma auto avaliação necessária. Depois vem as respostas. São avalanches de verdades pertinentes, que te faz pensar e perceber, o quanto não estamos imune as loucuras alheias e suas reticencias. Por sorte, já adquiri  alguns anticorpos, que me restabelece, na tranquilidade de quem se conhece e sabe o que lhe convêm.

A HISTORIA DE UM HERÓI SILENCIOSO.

Estatua na estação de trem em Praga,
em homenagem a Nicolas Winton
Uma historia que tive acesso por esses dias, me deixou muito emocionado, fazendo-me questionar sobre os valores que damos a vida de forma incondicional, o que é difícil, mas não impossível, através de atitudes que parecem simples, mas que possuem o peso transformador de tornarem algumas pessoas um diferencial pro mundo, tamanho a importância do feito.
Trata-se de Sir Nicholas Winton, o homem responsável por organizar uma operação de resgate que salvou 669 crianças dos campos de concentração nazista. Elas foram levadas em segurança da antiga Checoslováquia, até a Inglaterra entre os anos de 1938 e 1939.
Depois da 2ª Guerra Mundial o feito de Nicholas permaneceu desconhecido e só foi descoberto em 1988 quando sua esposa Grete encontrou um velho livro de 1939 com os nomes e as fotos de todas essas crianças. O video abaixo, conta a história deste homem de dignidade impar, que jamais se considerou um herói.

ALGUMAS PALAVRINHAS PARA NOS DEIXAR MAIS MODERNINHOS E COM CARA DE BEM INFORMADOS..

Claro que o mundo esta sempre em transformação e na carona dele, também nos transformamos através de nossos pensamentos, atitudes e formas novas de expressão verbal que vão mudando de tempos em tempos no derramamento de novas culturas que surgem como na Internet.
Mas essas expressões sobrevivem com o passar do tempo, ou são apenas modismos que depois de algum tempo de uso, caem no esquecimento das pessoas? 
Não, eu não sou nenhum entendedor deste assunto que falo, mas desconfio que existem expressões permanentes e outras flutuantes, que gozam de um determinado prazo de validade no dia a dia e depois desaparecem do uso habitual das pessoas, ficando apenas o registro de suas existências, em algum lugar qualquer, esquecido. Se não desaparecem, saem de moda tornando-se algo estranho aos ouvidos de quem ouve.
Hoje li em algum lugar a expressão "sex appeal" que foi usada durante algum tempo e hoje quase não se ouve falar. "Sex appeal" que significa sedução ou encanto sensual que alguém apresenta ou transmite, teve seus momentos de glória e parece ter saído de moda como uma antiga coleção de roupas de uma certa estação, que não faz mais sentido usar. No seu lugar, outras expressões surgiram com significados diferentes, povoando o vocabulário das pessoas que se consideram mais modernas e informadas.
"Vibe" por exemplo, é um termo em inglês que significa vibração. A palavra é utilizada de maneira informal, geralmente por jovens e adolescentes.
Inicialmente, o termo surgiu através de pessoas que iam a festas de música eletrônica, e diziam que iam para aproveitar a vibe. Vibe é a diminuição de vibration, que antes das músicas eletrônicas, eram utilizadas por pessoas que gostavam de reggae, onde grupos jamaicanos criaram um tipo de música com uma mistura de reggae, ska, salsa e merengue, e as pessoas acabavam contagiadas pela música, dançando e resultando em “vibrações positivas" ou "vibe positiva". 
A vibe de uma pessoa é portanto a vibração ou sensação que uma certa pessoa transmite, como uma espécie de aura. Essa vibe é refletida nas atitudes da pessoa em questão. Uma pessoa equilibrada e cheia de paz e amor transmite uma boa vibe, enquanto uma pessoa conflituosa e rancorosa emite uma má vibe. 
Vibe também é usado pelas pessoas que gostam da natureza, que quando vão a um lugar com muitas belezas naturais, ficam em silêncio para curtir a vibe do lugar, sentir toda a vibração e energia que transmite.
Outra palavrinha nova e de origem inglesa é Selfie, muito utilizada em nossos dias. Com origem no termo self-portrait, que significa autorretrato, é uma foto tirada e compartilhada na internet. A particularidade de uma selfie é que ela é tirada com o objetivo de ser compartilhada em uma rede social como Facebook, Orkut ou Myspace.., por exemplo. Uma selfie pode ser tirada com apenas uma pessoa, com um grupo de amigos.
"Meme" é um termo grego que significa imitação. Na internet, o significado de meme refere-se a um fenômeno em que uma pessoa, um vídeo, uma imagem, uma frase, uma ideia, uma música, uma hashtag (#), um blog etc., alcança muita popularidade entre os usuários.
A ideia de meme pode ser resumida por tudo aquilo que é copiado ou imitado e que se espalha com rapidez entre as pessoas. Como a internet tem a capacidade de abranger milhares de pessoas em alguns instantes, os memes de internet são virais.
É engraçado pensar que a cada momento, surgem novas palavras e expressões que nem fazemos ideia do seu significado e que para nos mantermos atualizados, é necessário manter nossos bluetooths ligados para um upload e um download.

ARTIFICIOS VIRTUAIS.


É impressionante como as coisas que são publicadas nestas redes sociais como Facebook, Insta gram, Twitter, etc.., revelam o perfil da personalidade de seus usuários.
A gente percebe de cara o perfil dessas pessoas, não somente pelo que escrevem, mas pelos vídeos, textos, comentários e fotos estapafúrdicas que postam em suas paginas, muitas vezes sem qualquer objetivo; do tipo "postar por postar". Já outros, devemos apostar no inverso daquilo que postam, pois inúmeras vezes, trata-se de uma grande mentira, pois a maioria das coisas que são postadas nestas redes sociais são apenas aquilo que as pessoas gostariam de ser e não o que realmente são.
Nestas janelas que nos debruçamos para o mundo virtual, encontramos de tudo, heróis, filósofos, budistas, artistas, apaixonados, críticos sociais e políticos, menos as próprias pessoas, que só repetem idéias e pensamentos prontos, como se fosse um eco transformador de suas mini certezas. 


Hoje à noite, enquanto eu e uma amiga conversávamos e bebíamos uma cerveja, num destes bares com toldo estendido ate a calçada, observamos um casal sentado na mesa ao lado, que por incrível que pareça, não trocavam palavras, cada um digitava em seu celular, entretidos e no mais absurdo silencio, que somente foi rompido quando o garçom se aproximou com o cardápio. Postavam coisas no Facebook, no Insta gram´ou papeavam no WatsApp?
Assistindo-os assim tão alheios a tudo e a todos, me fez ouvir sinos na cabeça e refletir, que se eu de repente resolvesse abrir mão de todas as amizades que utilizam celulares daquela forma, tornando-se ausentes..; Acho que restariam poucos, muito poucos amigos, pois a maioria já se rendeu a esses artifícios virtuais!

sábado, 2 de agosto de 2014

AS 31 PISCINAS MAIS EXÓTICAS DO MUNDO E O PISCINÃO DE RAMOS?

Piscinão de Ramos - Rio de Janeiro.

Eu estava lendo uma matéria no awebic.com, sobre as 31 piscinas mais exóticas do planeta e que são fantásticas, quando no finalzinho da postagem, passei a ler também os comentários dos leitores, onde um deles, reclama ter faltado o PISCINÃO DE RAMOS e o de SÃO GONÇALO, duas perolas da arquitetura moderna, para o deleite do povo carioca. É verdade! 

Piscina infinita do resort Marina Bay Sands
em Singapura

Mesmo o Piscinão não possuir toda aquela beleza estética como: 
A Piscina infinita do resort Marina Bay Sands (Singapura), A piscina do hotel Hanging Gardens Ubud (Indonésia), A Piscina do hotel Katikies (Santorini, Grécia) e também não ser a minha vibe, por que não se render a verdade, de que ele faz um diferencial por seu tamanho e importância social no Rio de Janeiro.

Piscinão de Ramos - Rio de Janeiro

O Piscinão de Ramos, hoje chamado de Parque Ambiental da Praia de Ramos, foi inaugurado em 2001 no governo de Anthony Garotinho, no bairro de Ramos, zona Norte do Rio. para que a população aproveitasse do clima predominante da orla marítima, sem a preocupação com a forte poluição que atinge as praias da Baía de Guanabara, bem como zerar o índices de afogamento nas praias do Rio.
A área de lazer que consiste em uma praia artificial associada a uma piscina pública de água salgada, com 8.500 metros quadrados, foi palco de algumas cenas de novelas como: "O Clone". da Rede Globo, "Amor e Intrigas". da Rede Record e outros programas de TV.

Você também pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...